Festa de amor, louvor e confraternização

Festa de amor, louvor e confraternização

Realizada ininterruptamente desde o ano de 1987, a Festa do Amor já é uma tradição na Igreja Missionária Evangélica Maranata. Todos os anos, membros das 14 congregações da igreja se encontram no Acampamento Maranata, em Xerém, na Baixada Fluminense, para celebrar a fé, a vida e a confraternização que o Evangelho proporciona. Agora, em 2019, o evento – que é a maior festa de comunhão da Maranata – reuniu um público de aproximadamente 4 mil pessoas no dia 7 de setembro. Depois uma semana bem chuvosa, o feriado amanheceu ensolarado e centenas de famílias da igreja, bem como seus parentes e convidados, puderam usufruir de um dia lindo e muita alegria.

O objetivo principal da Festa do Amor é proporcionar lazer, integração e comunhão. Na festa, cada uma das igrejas monta uma barraca para venda de comida, que vai desde refeições completas a pizzas, passando por panquecas, doces finos, tortas, refrigerante e sucos naturais. Como convém a um evento beneficente, tudo é produzido através da doação dos próprios membros da Maranata, em uma mobilização que começa mais de um mês antes da festa. Enquanto o pessoal se delicia, várias atividades paralelas mantêm o público entretido e envolvido. O palco, animado pelo pastor Fabiano Milanese, apresentou várias atrações durante toda a programação. Os ministérios de louvor das diferentes congregações e o grupo Labaredas de Irajá, bem como o Coral ConsagraSom, do Méier, fizeram seus momentos marcantes de adoração a Deus. Já os Pequenos Missionários de Nova Iguaçu e Caxias envolveram a criançada em brincadeiras interativas no palanque.

O grande brilho da festa foi o concurso de novos talentos vocais, numa espécie de The Voices, onde o que não faltaram foram talentos e muito empenho dos pequenos artistas em formação. Cada igreja foi representada por um calouro e as 14 crianças mostraram muita técnica, apesar da pouca idade. O destaque do concurso foi a pequena Isabelle, da Maranata de Campo Grande. No final da tarde, como é de costume, a programação foi encerrada com um grande sorteio de brindes e um momento de de oração pelo Brasil e pelo povo de Deus. Sem deixar de lado a oportunidade evangelística, foi feito um apelo àqueles que quisessem dar um passo público de fé em Cristo, e dezenas de pessoas foram à frente em busca da bênção do Senhor. A Festa do Amor, como aconteceu nos últimos 32 anos, foi uma grande celebração ao nosso Deus.